Sabia Que… Ao Trocar Alguns Alimentos Esta A Contribuir Para Uma Vida Mais Saudável?

Sabia que… ao trocar alguns alimentos esta a contribuir para uma vida mais saudável?

No dia a dia, muitas vezes é difícil discernir qual o alimento mais saudável para escolher para cada refeição. Um frigorífico e uma dispensa recheada de comida saudável são meio caminho para uma escolha e vida de qualidade.

Aqui estão algumas dicas (no meio de dezenas) de como substituir alimentos e tornar as refeições mais ricas e saudáveis.

– Utilizar cebola vermelha/roxa em vez da cebola branca comum. A cebola vermelha possui mais nutrientes, especialmente anti-oxidantes em relação à cebola branca comum. É mais doce e não deixa chorar tanto.

– Utilizar pimento vermelho, em vez de pimento verde sempre que possível. O pimento vermelho tem imensas propriedades anti-oxidantes, é doce e de mais fácil digestão. Para quem gosta do sabor do pimento verde, podem misturar os dois.

 Substituir gorduras processadas por gorduras naturais. As gorduras processadas como margarinas, óleos vegetais refinados ou cremes vegetais, utilizam processos de refinação ou hidrogenação, os quais alteram a estrutura molecular e os convertem em substancias que os nossos organismos não estão preparados biologicamente para metabolizar. Utilizar antes manteiga de vaca, ovelha ou cabra; Azeite extra virgem; Óleo de Coco; Banha de porco; Óleo de palma (extraído a frio e da polpa do fruto)

Utilizar especiarias e ervas aromáticas em detrimento dos cubos para cozinhar.  As especiarias possuem imensos benefícios e devem ser consumidas frequentemente. As ervas aromáticas como hortelã, coentros e salsa também. Os cubos têm uma grande quantidade de sal.

– Substituir batata branca/vermelha por batata doce. A batata tem imensos minerais e vitaminas, e é muito diferente da batata comum nutricionalmente. Pode ser consumida assada ou cozida.

– Não utilizar sal purificado ou refinado. Dar preferência a sal marinho integral ou sal dos Himalaias. Tem menos ou nenhuns contaminantes poluentes e são mais ricos em minerais.

– Substituir farinha de trigo por farinha de coco ou farinha de amêndoa. Para quem tem alguma reação ou intolerância ao glúten.

– Substituir arroz branco por arroz integral ou basmati. Estes contêm mais fibra e proteína.

– Para quem não tolera lactose e caseína, pode substituir manteiga por ghee, que é uma manteiga clarificada, sem proteínas de leite.

– Preferir leite e lacticínios de ovelha ou cabra aos de vaca. O leite de ovelha possui muito mais nutrientes do que o leite de vaca, tem um sabor mais doce e é mais rico em gordura. É também mais facilmente digerido. É possível adquirir no nosso país, queijos de ovelha e cabra com leite cru (não pasteurizado), obtendo benefícios apenas existentes no leite não pasteurizado.

Back To Top